Viva a Vida !

Este blog destina-se aos meus amigos e conhecidos assim como aos visitantes que nele queiram colaborar..... «Olá, Diga Bom Dia com Alegria, Boa Tarde, sem Alarde, Boa Noite, sem Açoite ! E Viva a Vida, com Humor / Amor, Alegria e Fantasia» ! Ah ! E não esquecer alguns trocos para os gastos (Victor Nogueira) ..... «Nada do que é humano me é estranho» (Terêncio)....«Aprender, Aprender Sempre !» (Lenine)

sexta-feira, 30 de novembro de 2007

Greve Geral da Administração Pública


2 comentários:

Maria disse...

Há certas sementes que já não encontram terreno adequado para germinar.
Em todo o lado os bezerros de ouro são mais adorados.
Todos e todas as ideologias são boas até se imporem, normaçmente os estremoa é pela força e pelo obscurantismo de que falas. Depois de se imporem há sempre quem manipule o poder.
Meu caro, o homem, todo o homem gosta do poder, gasta de manipular, gosta de dominar.
Esse instinto vêm dum tempo remoto de que não temos consciência.
Eu não falo de política por abomino essa palavra, embora saiba que tudo o que fazemos no nosso dia a dia é política.
Eu falo de violência, violência que de todo o lado surge.
Violência em todo o lado, e não acuso este ou aquele, porque sei como quem se quer impôr é pelo mêdo que o faz.
Eu sei o que é isso, sei o que significa.
Mas também sei o que é a fome provocada por aqueles que em nome da justiça esbenjaram o que alguém levou anos a pôr de pé.
Fome, sabes o que é fome?
São todos iguais!...

Maria disse...

Sei sim Senhor, sei o que é ser solidária, sei que todos os que precisarem de mim, e de mim se aproximarem eu estarei pronta a tudo fazer por eles.
Nunca tive o poder nas mãos, mas já fui vítima do poder.
Da vida conheço o soficiente para entender os outros, conheço muito felizmente. As lições foram grandes e aprendi com elas, só que por vezes tento ignorá-las para poder ajudar quem de mim precisar.
Não tenho inimigos, porque até daqueles de quem tinha razão para pôr de lado pelo que me fizeram eu esqueci e se precisarem de mim sabem onde me encontrar.
Não tenho como tu o poder de levar os necessitados para onde eu quiser, nem eu queria que tal acontecesse. Ajudar sim, mas em completa liberdade de decisão.
A liberdade é o maior valor que se pode ter na vida, mesmo que seja para fazer disparates que nos prejudiquem.
Compreendes-me?
Uma coisa só te digo, eu nunca me vendi nem me venderia, nunca estive à venda nem nunca estarei. Para isso preferia morrer.
Mais uma vez compreendes?
Quanto a fome!...
Obrigada o Bj