Viva a Vida !

Este blog destina-se aos meus amigos e conhecidos assim como aos visitantes que nele queiram colaborar..... «Olá, Diga Bom Dia com Alegria, Boa Tarde, sem Alarde, Boa Noite, sem Açoite ! E Viva a Vida, com Humor / Amor, Alegria e Fantasia» ! Ah ! E não esquecer alguns trocos para os gastos (Victor Nogueira) ..... «Nada do que é humano me é estranho» (Terêncio)....«Aprender, Aprender Sempre !» (Lenine)

domingo, 31 de maio de 2009

O peso das palavras, a leveza dos actos - Rui Gato

* Rui Gato


A palavra custa-lhe a chegar. Uma palavra para encaminhar a frase ignição da estória. E como são importantes as palavras para quem escreve, para quem procura ler, percebendo. Para quem pensa o que diz e ouve o que é dito por quem pensa o que diz.
.
As palavras são sentimentos. Medos. São por vezes ditas a medo. São segredos se não forem ditas. Como os sentimentos, são segredos. Por medo que pensem o que dizemos. São importantes e perigosas. As palavras, e os silêncios.
.
A cama suporta-lhe o peso sentado e a sua cabeça não suporta a falta de ideias. Na verdade cresceu rodeado de livros. Dormiu os anos da sua adolescência num divã, num escritório, entre milhares de estórias, entre o cheiro de livros novos e velhos, tantas personagens, capítulos, parágrafos. Respirou o pó tão próprio dos livros como o dióxido de carbono das plantas. Partilhou o divã com bichos da prata. Mas a sua preguiça raramente lhe permitia abrir um dos livros. A preguiça que o acompanhou desde que se lembra até agora. A mesma preguiça que não lhe permite sentar mais vezes a juntar palavras por escrito. Há mais de 1 ano que não tenta. E quando tenta é frente a um monitor, um teclado, ao som das ventoinhas do computador e por vezes 1 ou 2 albuns apropriados ao ambiente que se quer para a estória. Não tem a magia dos verdadeiros escritores. Aqueles que inveja. Que precisam do cheiro do papel e de ver o desenhar de cada palavra sentida pela razão, parida pela caneta trémula que seguram na mão. Falta-lhe magia, falta método, a urgência de uma ideia, a necessidade da palavra.
.
2009.
.
.

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Das Utopias


Olá Víctor
.
Lendo os teus poemas e frases lembrei-me...
.
Bjs Madalena, a caminhante
.
DAS UTOPIAS
.
Se as coisas são inatingíveis... ora! Não é motivo para não querê-las... Que tristes os caminhos, se não fora a presença distante das estrelas!


Mário Quintana

terça-feira, 26 de maio de 2009

Rui Pedro Desenho 2


Desenho não datado desenhado aos 8 anos (?)
.
Clicar na imagem para aumentar
.
.
.
.

segunda-feira, 25 de maio de 2009

domingo, 24 de maio de 2009

Amizade Virtual

Gioconda diz:

´´´´¶¶¶¶¶¶´´´´´´¶¶¶¶¶¶´´´
´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶´´´
´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶´´´´¶¶¶¶´´´
¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶´´´´¶¶¶¶´´´
¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶´´¶¶¶¶¶ ´´´
¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶ ´¶¶¶¶¶´´´
´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶´´
´´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶´´´
´´´´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶´´´
´´´´´´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶´´´
´´´´´´´´´¶¶¶¶¶¶¶¶´´´
´´´´´´´´´´´¶¶¶¶´´´
´´´´´´´´´´´´¶¶

Amigo, espero não ser "varrida" da sua rede de amigos virtuais...
.
.

terça-feira, 12 de maio de 2009

Lua e Marr

Lua e Mar
Para: Victor
Assunto: RE: Trago dentro de mim
Data: 12/Mai 9:41

Tens dado a tua excelente poesia, força e persistência. Bem hajas.
Estás melhor?
Abreijo

--- Victor wrote:

Trago dentro de mim - Victor Nogueira
11/Mai 21:04

Trago dentro de mim - Victor Nogueira

Trago dentro de mim alegria e tristeza.

Trago dentro de mim a tua imagem.

Liberto perante ti os sonhos que sonho em ti

feitos de um pequeno nada:

............ uma palavra amiga

............ o veludo das tuas mãos e do teu olhar

............ a carícia dum sorriso

.............no teu corpo de mulher

..................................-como ave a navegar.

É tão pouco o que te peço

e o Mundo é tão pequeno e o Tempo tão escasso

que todo o tempo do mundo é pouco para contigo estar!

.

Hoje pensei em ti

................... e subi ao sol e ás núvens

................... enchendo o ar de estrelas e poalha dourada.

Hoje fui ao teu encontro e nada tinha para te dar

.

94.01.10

Setúbal

.

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Porto - Gravuras de J. J. Castro Ferreira (3)


Porto - vivenda na Avenida da Boa Vista - 1948


Porto - Vivenda em S. Mamede de Infesta - 1948
.
.
Clicar nas imagens para aumentar
.
.

Foto 3 em ABC

Gioconda diz:

10/Mai 21:02

_______♫♥♫_____♫♥♫
_____♫♥____♫♥♫____♥♫
_____♫♥...♥Nice♥...♥♫
______♫♥_.photo.._♥♫
________♫♥______♥♫
__________♫♥__♥♫
_____________♥


domingo, 10 de maio de 2009

Fernando Tordo em Arestas de Vento

Pode ouvir agora e aqui grande entrevista de Fernando Tordo ao Arestas de Vento. O registo sonoro em causa vale para nós como testemunho com história !!!

Também por isso...

"Não posso deixar de te dizer, meu querido e bom amigo, que não há reencarnações. Não queiras ver em mim o que já não existe, o que morreu. Tenta ver apenas alguém que sobreviveu e faz o seu trabalho da melhor forma que lhe é e está possível. ENQUANTO NÃO FOREM MORTOS OS FANTASMAS, FICAMOS A NAVEGAR PESSIMAMENTE ENTRE O SALAZAR QUE AINDA É TÃO QUERIDINHO PARA TANTOS, E O CAMARADA ARY QUE TRAZIA SEMPRE O POVO NO CORAÇÃO... Enquanto eu cá estiver, não pretendas que eu seja outro, porque isso seria negares o homem inteligente e livre que em ti conheço.
Um abraço muito grande do teu amigo"
Fernando Tordo

ARESTAS DE VENTO

Tudo aos Sábados, em directo, entre as 16 e as 19h, na Popular fm (90.9)
e online em
http://www.popularfm.com/

rrrr.JPG

A ENTREVISTA PODE SER OUVIDA NESTE BLOG NA FORMA DE REGISTO SONORO !!!
TUDO AO ALCANCE DE UM SIMPLES CLIQUE IMEDIATAMENTE ABAIXO
:

http://arestasdevento.podomatic.com/

O registo sonoro em causa vale para nós como testemunho com história até 2006 (altura em que foi feito). De lá para cá Fernando Tordo continuou em actividade ininterrupta.
E é bom não esquecer: Para assinalar esta actividade, entre outras coisas boas, foi preparada uma digressão nacional com grande orquestra. Fernando Tordo & Stardust Orchestra apresentaram num poderoso Concerto as músicas de uma vida numa vida cheia de músicas.
O Fernando esteve muito bem acompanhado por uma fantástica Orquestra de 24 músicos sob a direcção artística do Maestro Pedro Duarte.
Lisboa de Feira, Tourada, Adeus tristeza, Só ficou o amor por ti, são alguns dos muitos temas que desfilaram, acompanhados quer pela doçura e subtileza da secção de Cordas da Orquestra (violinos, violas de arco e violoncelos), quer pela energia da sua secção de metais. Esta digressão nacional teve início no dia 8 de Junho de 2008 e a apresentação no Coliseu dos Recreios de Lisboa no dia 10 de Outubro foi o seu momento alto.
Siga a Roda ...
Qualquer Fernando Tordo estará ao vivo e a cores no Arestas de Vento.
Faz parte.

Fernndo Tordonet.JPG

ARESTAS DE VENTO

O raio de um programa onde a polémica e as palavras andam sem algemas e mordaças, saudavelmente à solta, mas com ameaça de mandado de captura ...
RICARDO CARDOSO e CÉU CAMPOS, chefiam um bando de colaboradores e convidados, brutos no falar, intemeratos, atrevidos e sem topetas ...
é a polémica a bater forte nos idiotas, nos colaboracionistas, nos que se julgam únicos e insubstituíveis, na sacanagem que vegeta nas franjas ocultas do poder , de qualquer poder ...
é a boa cultura a fazer das suas - e das nossas!

Publicado por arestas em 12:10 AM






sábado, 9 de maio de 2009

Porto - Gravuras de José João Castro Ferreira (2)


Porto - Moradia na Avenida da Bela Vista - 1948


Porto - Jardim do Palácio de Cristal - Capela de Carlos Alberto - 1948
.
.
Clicar nas imagens para aumentar
.
.

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Porto - Gravuras de José João Castro Ferreira (1)


Palácio de Cristal - 1948


Porto - Igreja românica de Cedofeita - 1948
.
.
Clicar nas imagens para aumentar
.
.

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Os 3 Porquinhos - Luísa



Falta-lhe a Margarida para o defender.

Não fui eu... foi o lobo!

Beijos imensos a todos

luísa

.

.