Viva a Vida !

Este blog destina-se aos meus amigos e conhecidos assim como aos visitantes que nele queiram colaborar..... «Olá, Diga Bom Dia com Alegria, Boa Tarde, sem Alarde, Boa Noite, sem Açoite ! E Viva a Vida, com Humor / Amor, Alegria e Fantasia» ! Ah ! E não esquecer alguns trocos para os gastos (Victor Nogueira) ..... «Nada do que é humano me é estranho» (Terêncio)....«Aprender, Aprender Sempre !» (Lenine)

sábado, 1 de dezembro de 2007

Em rede (4) - Poesia de Rute Gomes (1) - A Poesia de Amor


NOTA INTRODUTÓRIA

Bem vindos a minha Webpage!! Nas próximas páginas irão encontrar um pouco de mim...

Daquela Rute que não conhecem... Aquela Rute que sofre e ama... mas que tenta acima de tudo fugir da rotina, e decide brincar com as palavras, qual malabarista, neste Grande Circo da Vida. O palhaço, vocês já o conhecem, on-line, durante a semana!!! Mas este Polichinelo, também suspira e desespera...!

Ama também, tudo e todos, mas acima de tudo ama a Vida!!! A ideia desta web page, nao partiu de mim... Não acho que a minha pseudo-poesia, como lhe chama, merecesse tal distinção... Os próximos poemas, que se distinguem em Poesia de Amor e de Desabafo, são dedicados a todos os meus amigos... que através da internet, me têm ajudado a sobreviver psicologicamente a esta distância angustiante a que me encontro de Portugal...!!

Dedico esta webpage a ti Regina por teres sido sempre a Irmã, que Deus não me deu, a companheira das minhas lágrimas e alegrias!!! E dedico-a também a ti Babia, Namisa, Kuarentao, Kibala, John, Traviata, Star41, wings45, Fayun, Niqueneime-me, Magoo, {Overdose}, Carlix, Macho43, {selvagem}, Manyl, Xisato44, Massapreta, To, Kasimus, Kant_O, Colib, PrincipeDoMar, Matilda, Merbleu, Loba-Solitaria, MisterMind, Sindroma, Lelys, luafeiticeira, Feel, Milcke, TeresaBenedita, Rio-Azul, m3m, Ramses32, GreatWhite, DeSousa49 e todos os que mais virão enriquecer este meu Mundo!!


Um beijo para todos vós da....
Rute Gomes

A POESIA DE AMOR


[PAIXÃO] [PERDOA] [ENTREGA] [ZANGA] [JÁ TE TINHA DITO?] [DIVAGAÇÕES]

[INADAPTAÇÃO] [UM DIA!] [ESPAMOS!] [QUEIXUME DE AMOR] [ESPERANÇA]

[HISTÓRIAS DE ENCANTAR] [SAUDADE] [SONHAR] [AMOR!] [A MONTANHA]

[TALVEZ] [TU] [AURORA BOREAL] [RENDIÇÃO] [ODE A UM BEIJO SIMPLES]

[QUESTIONÁRIO] [QUE FIZESTE?] [HOJE] [MUDANÇA] [POESIA DE AMOR]

[MÁGOAS] [CALEIDÓSCOPIO] [CONFISSÃO] [PRIMAVERA]

[AUTO-ANÁLISE] [A DESCOBERTA]

PAIXÃO

Vieste radiante na minha noite austral,

Em explosão de palavras e sensações,

E numa entrega plena e genial..

Amalgamámos os nossos corações

Cada expressão, gesto e carícia

Fizeram-me perder o chão....

Num estado inebriante e efusiva

Entreguei-me a ti em perdição!

A distância que me aparta de ti

É meu suplício e punição

Traz-me desejos e vontades

Loucas formas de paixão !

Qual Deusa do Olímpos, me trazes a terra

Me tocas, e me fazes mulher....

Me transportas em teus braços alados,

E nos amamos até o dia romper....

Quero te em mim forte e prenhe,

Partires faz sofrer e dá-me dor

Estou, assim, prisioneira de ti,

Que vou fazer a tanto amor.......?

PERDOA

Perdoa! Se não posso inverter as estações do ano.........!

Se eu pudesse, eu faria.....!

Perdoa! Se não posso impedir a terra de girar.....!

Se eu pudesse, pararia...!

Perdoa! Se não posso pintar de cores brilhantes, o breu da noite...!

Se eu pudesse, pintaria....!

Perdoa! Se não posso fazer para os relógios do Mundo, só para nós...!

Se eu pudesse, por ti isso faria....!!

Perdoa! Se não posso deixar de te amar......!

Se eu pudesse......eu morreria!!!

ENTREGA

Maravilha do amor.........

Anda, para mim veloz,

Repete sem fim as palavras

Inteiras, que falam por nos!

Outras te amaram e amarão..

Raras, com tanta paixão

Unicamente, eu te quero

Intenso, no meu coração!!!

ZANGA

Devia odiar-te, e não consigo!

Afastar-te do meu pensamento

Queria viver melhor comigo!

E deixares de ser meu tormento

És a minha punição constante

Minha Nota em Sol Maior

Não consigo viver sem ti...

Interrogo se isto é Amor?

Parte de vez, volatiza-te!!

Segue o teu caminho em paz!

Mas...logo te peço que voltes!!

Viver sem ti ... Não sou capaz!!

Adormeço entorpecida

Cansada da longa jornada...

Analiso a minha vida

E tiro a conclusão errada

Cerro os olhos em desespero

Quero permanecer assim!

Esta vida errante não quero..!

Não quero ter pena de mim!!!

Sopra o vento no meu rosto

Por lágrimas já foi fustigada

Vivo em constante desgosto ,

De nunca ter sido amada!!!

Na busca incessante da cor

Surgem alvoradas de ilusão

Imagino que existe amor..!

No vazio do meu coração!!!

JÁ TE TINHA DITO?

Já te tinha dito..?

Que esta manha, uma andorinha poisou,

No beiral da minha casa...

Trazendo-me ao ouvido o sussurro do teu nome??

E que a brisa me trouxe os acordes da tua guitarra,

E o doce timbre da tua voz??

Já te tinha dito...?

Que a vida perde o brilho e essência quando tu te ausentas?

Que as noites são longas e amorfas quando tu não vens..?

Já te tinha dito...?

Que em cada pensamento que gero,

anseio pelo siamesar dos nosso corpos,

numa entrega linda e total??

Já te tinha dito...?

Que a tua dor é meu penar...

teu sorriso é meu alento

em cada momento que ele nasce??

Que és o mote indispensável

a minha poesia inacabada??

Já te tinha dito?

Que és a cor que define

a aguarela da minha vida??

Já te tinha dito...?

Que apesar dos temporais da tua e minh'alma,

acredito que havemos de encontrar um dia o sol da Bonança,

o porto de abrigo, para as nossas almas carentes?

Já te tinha dito..?

Que em meus braços, encontraras sempre,

carícias por inventar, amor por fazer, e

beijos com sabor a romã??

Já te tinha dito...?

Que mesmo que me castigues,

me faças desesperar....!

por tanto me quereres...!

Mesmo assim, Meu Amor

não deixarei NUNCA de te amar??

DIVAGAÇÕES

Já te apercebeste, Meu Amor..

que a névoa da manhã, vem timidamente,

trazer-te um recado meu??

Já entendeste, Meu Amor

que não vale a pena lutar contra o Sol..

pois ele acaba nos cegando na sua Omnipotência??

Já averiguaste, Meu Amor..!

que belo que seria quebrar as barreiras

que nos estrangulam...

os compromissos que nos amordaçam..

para por fim...

poderemos nos amar de uma forma sublime,

pueril e quase etérea??

Já constatas-te, meu amor..?

que não existimos??

Que somos a alquimia que inventámos,

na ânsia de alcançarmos a nossa felicidade?

INADAPTAÇÃO

Não consigo parar de agrupar restos de palavras

sem procurar decifrar o meu enigma!

Quero cessar, mas a torrente do pensamento supera-me!

e implode se retardo a escrita!!

Desejo não pensar... Não sofrer! Não sentir ou amar..

Mas tudo se torna inútil..

Quando chegas na alvorada dos meus desejos!!!

UM DIA!!!!

Um dia mergulharei ao fundo dos Oceanos

E buscarei o mais belo coral,

Para te enfeitar!

Um dia, escalarei a montanha mais alta

E colherei a última flor do universo,

Para te perfumar!

Um dia, voarei para além do Sol

E trarei uma estrela para te alumiar,

Um dia, transporei o Arco Íris

E trarei a gota de água mais cristalina,

Para te saciar a sede!

Tudo isso, Meu Amor........ Farei um dia!!

Por um sorriso teu...!!!

ESPAMOS!

Surges qual cisne,

No meu lago de imensidão azul....

Ensaias um bailado estonteante!

E numa beleza de gestos e palavras me circundas!!!

Como um nenúfar estou a deriva do vento e da água

Elemento essenciais para a minha existência

Deixo que avances.......

Num elegante e acrobático movimento de asas,

Apresentaste-me em toda a tua imponência

De forma desconcertante...

Abro-me em flor ...Sou tua....!

E em espasmos de dor e prazer, perco o sentido

Das coisas e do senso! Quero perder-me em ti

Quero cristalizar este momento para sempre.....!

Um cisne, um nenúfar, e uma imensidão de azul!!

QUEIXUME DE AMOR

Porque cerras os teus dentes

Quando minha boca os teus lábios busca..........?

Quando quero sentir o teu paladar,

estudar a tua fragrância,

E dele desfrutar iguarias, que não existem......?

Porque afastas de mim o teu peito prenhe......?

Quando nele me quero aninhar, numa paixão de entrega

E nele mergulhar em rios de prazer e paz......?

Ah! Como ardes quem nem um vulcão por vezes,

E de outras te transformas em bloco glaciar,

Onde o calor do meu amor.... Não consegue penetrar!!!

Ah! Coração, porque castigas, controlas e delíneas

Um sentimento , que é tão livre como a brisa da floresta!

Teimas em criar um timing para o Sol nascer em nós,

Ou a deixá-lo entregar-se a Lua......!

Quero mandar-te para o Inferno.....!!!!!!

Mas sei que seguir-te-ia,

Pare nele me derreter contigo,

Até sermos uma amálgama indissolúvel.....!

Mas, Meu Amor....tua imprevisibilidade assusta-me........!

E não sei se gosto.........!!

ESPERANÇA

Esta manha, acordei

De uma noite, mal dormida

Toda a noite eu busquei,

Explicação pr'a minha vida

Analisei todos os detalhes

Procurei a solução ..!

E por entre os atalhos

A resposta foi sempre... Não!

Não vale a pena sofrer,

Por amor, ou por paixão!

Lágrimas, são pérolas de vida..

Que brotam do coração!

Doravante, eu não choro.....!

Tenho qu'em frente partir

Alguém lá no fundo me espera!

Já o estou vendo... Sorrir!!

HISTÓRIAS DE ENCANTAR

Folheei o Livro da Vida

E procurei uma História!

Um conto, com bom final!

Que ficasse na memória!

Por ironia, ou por destino...

Todas traziam solução!

Traziam cavaleiros errantes

E donzelas com dragão!

Falavam de amor eterno!

De calor, paixão e luz!

Por isso gosto d' os ler!

Sua fantasia me seduz!

SAUDADE

Ah! Pombas do Céu, voai!

Levai, meu coração!

Para terras de Portugal

Levai esta minha paixão!

Antes do meu Dia Final!

SONHAR

Sonhar, é criar um castelo de nuvens com bolas de algodão!

É acreditar que o Pai Natal existe,

Quando as rugas já cobrem o teu rosto encrespado e macilento!

Ê acreditar que o Sol e azul e tem raios cor de laranja

É acordar todos os dias como se fosse o primeiro da tua vida!

Sonhar, é acreditar que o amanhã existe e vem embrulhado em

Folha de rebuçado, com um cheiro fresco de mentol!!

É sentires crescer em redor, a Primavera

e só te dares conta quando chega o Inverno!

É ser-se um pouco muito, um pouco além!!

É manter eternamente, nos teus olhos, aquela névoa

De cavaleiro andante, de armadura alva e reluzente,

que recolheste nos teus Almanaques de menino sonhador!

É sentires ainda aquele cheiro a manga e coco de Angola,

Aquele odor da sanzala salpicada de cristais de chuva

É ver ainda ao longe aquele arco-íris, que em menino juraste escalar!

Mas, se apesar de saberes que o Pai Natal não existe...!

Que o Amanhã não cheira a mentol,

que a primavera não tem o brilho de outrora

e que de Angola só te chega o aroma de pólvora seca,

Se mesmo assim te permitires sonhar......?

Então sim! Conheceste o Sentido da Vida!!!!

AMOR

Não digas o que não sentes....

Pois a ti próprio te mentes!

Não chores lágrimas que não possuis!

Pois prostituis os sentimentos!

Não ames, se o não quiseres!

Pois amar é facultativo!

Mas amar alguém...

Não é sentimento descartável!

Amar alguém implica a mudança.

Implica viver por dois, como um só!

Amar, significa querer mais aos outros, do que a nos mesmos!

Amar, significa luz, movimento, cor e aromas!

Amar é demasiado complexo!

Não ames! Se não estas preparado!

Mas se o fizeres.......fá-lo incondicionalmente!

A MONTANHA

Tomei uma decisão

A qual não irei recuar!

Vou subir ao pico mais alto

E por ti irei esperar!

Ficarei sentada e leda!

Bem quieta e paciente!

Numa mão terei uma rosa

Na outra, uma alma ardente!

Por lá, estarei dias a fio!

Do pico não descerei!

Passar-se-ão as estações!

Mas por ti eu esperarei

Quando de manha, te ergueres!

Dirige o teu olhar ao pico!

Vês aquela luz cintilante?

Sou eu, que por lá me fico!

TALVEZ

Talvez, exista algo para além do Horizonte!

Talvez o Sol nasça para todos nós!

Talvez, exista água cristalina, em cada fonte!

Talvez, um ombro nos aguarde, quando estamos sós!

TU

Quem és tu?

De que sistema intergaláctico vieste?

Que força te propala?

Que te faz rir, ou chorar?

Desconheço o teu corpo!

Mas sinto a tua presença!

Oiço a tua voz e acredito!

Revolvo as tuas palavras, e entendo!

Permaneço, confusa no entanto!

Sem saber se tu Existes!

AURORA BOREAL

Quem inventou a aurora boreal?

Eu questiono!

Serão cristais de neve, vindos do Ozono?

Incapazes de se libertarem pelo espaço sideral?

Nada disso! É por decerto magia!

São Feitiços da Lua, afinal!

RENDIÇÃO

Dá-me a tua mão!

Deixa que ela afague o meu rosto

Deixa-me sentir o teu coração na ponta dos teus dedos

Permite que o calor da tua mão aqueça a minha Alma!

Não partas breve......!

Percorre os meus cabelos, numa descoberta ilimitada!

Faz-me vibrar!

Permite que a adrenalina, expluda dentro de nós!

E nos amemos como loucos!

Mas, não mintas!

Rejeita se quiseres! Mas....... Sê verdadeiro!

Mentira é forma de homicídio!

Condenável, e sem possível remissão!

Dá-me tempo!

Mas ao tomares-me, fá-lo em pleno!

Inteira e livre!

Mulher-Criança! Mulher - Nua!

Mas Simplesmente Mulher!

ODE A UM BEIJO SIMPLES

Onde estás, que não te vejo?

Estás tão distante, mas por ti anseio...

Tocaste-me ao de leve!

qual pena de andorinha.......

Tomaste-me a alma,

que julgava minha!

Poeta louco, quanto eu...

Que fazes por ti e por mim?

Ama-me, perdidamente!

Faz-me poesia, sem fim!

Toca-me nas nervuras,

que meu corpo para ti encerra!

Faz-me sentir as fragrâncias.....

Da chegada da Primavera!

Possui-me por fim, rendida!

Lança-me no Espaço.... Além!

Sinto que começou minha vida!

Estou pronta pr'amar também!

QUESTIONÁRIO

Ah! Meu amor maduro...

Minha tese de amor e luxúria!

Ah! Meu bem grisalho...

Capaz de trazer de volta ,

Uma juventude perdida na imensidão dos acontecimentos

Ah! Meu bem querer... Meu poeta e trovador..

Faz-me serenatas loucas.. E irreverentes!

Rasga-me desta crisálida, que me envolve e.....

Leva-me a ver o Mar...!

QUE FIZESTE?

Que fizeste homem...?

Que frase mágica usaste para acordar,

O animal adormecido que jazia em mim??

Que método aplicaste?

Para me despertares da revolta e

Me trazeres na lassidão de amor e apaixonada?

Que alquimia produziste...?

Para me fazeres sentir,

mulher e fêmea, senhora e rameira,

poema e nostalgia..

Dor e alegria..?

De que génios te rodeaste,,

Que me alteraste a minha passada cardíaca,

o meu respirar.....

E me trazes leve como pena ao vento..

E não desejo aterrar mais...!

HOJE

Hoje, um pássaro trouxe-me a tua voz..!

Hoje, uma flor trouxe-me o teu aroma..!

Hoje, um arco íris, trouxe-me a tua cor..!

Mas nenhum deles me trouxe o teu amor!!!

MUDANÇA

Minha vida, já não é como dantes..

Tu chegaste... Houve alteração...

Passamos a ser dois amantes...!

Unidos, num só coração!!!

POESIA DE AMOR

Se eu pudesse, ser uma flor, seria uma rosa!

Seu pudesse ter luz, seria um pirilampo!!

Se eu pudesse ser calor.. Seria o Sol..!

Seu eu pudesse ser Amor,... Seria tua eternamente!

MÁGOAS

Não sei se te peça que partas...!

Ou se fiques para sempre...

No fundo não sei o que quero..

Mas a minha Alma não mente!

CALEIDÓSCOPIO

Comprei uma caixinha de cores,

Lancei-as no Céu... para ver!

Se inventava um arco-íris!

pr'a depois te oferecer...!

Mas por Fado ou por Destino..

A Chuva e o Sol escaldante

quiseram-nas destruir...

E recolhi-as num instante!!!

Agarrei-as uma a uma...

e pu-las em lugar próprio!

num tubo, escuro e pequeno

chamei-lhe, Caleidóscopio!!

CONFISSÃO

Sob a tua presença me submeto,

com teu timbre me entorpeço!

És inatingivel, no entanto...

E desse jeito padeço...!

De estranha forma, me inibes,

De nos teus bracos me lançar..

Mas de escrever, não me proibes,

Vou continuar-te a Amar!

Quero impedir o Pensamento,

Sufocar esta doida Paixão,

Mas ... sinto-te a cada Momento

És a Eterna Perdição!

PRIMAVERA

Ontem, o Sol brilhou,

Com ele, mil borboletas,

Azuis, Verdes, Amarelas,

Brancas, castanhas e pretas!

Os pássaros saltitavam

Num alegre chilrear...

Fui ver a razão, do ruído

Era a Primavera a chegar....!

Longe já vai o Inverno,

Com ele a alvura das neve,

Porque será, que minh'alma

se sente agora tão leve?

Será a giesta em flor,

Amarela, linda e atraente?

Ou será a voz do Amor,

Que me trás leda e contente?

Gero um filho, em cada rima!

Um amor novo, e sem pudor!

Necessito dessas emoções..

Para escrever algo maior!

AUTO-ANÁLISE

A Mão move-se lentamente...

E conduz a caneta diligente...

O Pensamento, á velocidade da luz

Busca ideias que a todos seduz!

E eu, jazo aqui, indiferente!

Vou buscando a equação

que definirá, finalmente

do meu desânimo, uma razão!

Não traíste, estou consciente.

estou certa, de certa estar..

Mas, como eu explico isso,

E digo ao coração para, parar??

A Lágrima teima em descer,

numa corrente, qual rio....

Mas eu retenho-a, a valer,

E em vez disso, sorrio!

Engano-me esforçosamente

Evitando a comoção,

Mas de que serve a mentira ,

viver em meu coração??

Temo por mim, a má Sorte,

de não saber distinguir,

entre Amor, Amizade e Ódio,

e de mim própria fugir.....

Da Infância nada me resta..

Da juventude, tudo se foi..

De mim, sobra o que não presta,

E essa realidade corrói!

A DESCOBERTA

Eis-me parada,

entre o Princípio e o Fim!

Buscando desmesuradamente

A minha própria identidade,

e encontro-a ao alcance do teclado..

Procuro o teu rosto, que desconheço,

anseio pela tua presença que me perdure..

Já te amei, e quero mais..

Mas o futuro permanece a nossa incógnita perturbante,

Desta forma te ofereço meu Amor..

Deste jeito me rendo ao encanto das tuas palavras doridas,

me entrego as lágrimas que choras por mim!!

Eu sou tu, e tu és EU,

A molécula Única, capaz de gerar tempestades

de gestos e sensações,

És a minha aurora, quando anoiteço,

sou a tua alvorada, quando te deitas..

Mas, mais do que tudo Amor,.

quero ser a tu Afrodite e tua Vénus,

e serás meu Marte e meu Eros,

e um dia, quem sabe?


Actualmente em

«Refracções» - A Poesia de Rute Gomes

3 comentários:

Maria disse...

Bonitos poemas!

Muito fortes...

De Amor e de Terra disse...

Intenso, muito intenso este sentir!
Gostei de conhecer!!!


Bj

Maria Mamede

Anónimo disse...

Belos poemas, mas sem conteúdo de verdadeiro.

Já dizia Fernando Pessoa:
"O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente."