Viva a Vida !

Este blog destina-se aos meus amigos e conhecidos assim como aos visitantes que nele queiram colaborar..... «Olá, Diga Bom Dia com Alegria, Boa Tarde, sem Alarde, Boa Noite, sem Açoite ! E Viva a Vida, com Humor / Amor, Alegria e Fantasia» ! Ah ! E não esquecer alguns trocos para os gastos (Victor Nogueira) ..... «Nada do que é humano me é estranho» (Terêncio)....«Aprender, Aprender Sempre !» (Lenine)

terça-feira, 16 de outubro de 2007

Convívio das Quadras - Extra (1)


* Joaquim António Barroso
.
Cantares
.
.
A saudade é a lembrança
De algum beijo já sentido
E agora sem esperança
De tornar a ser vivido.
.
Quando um dia me casar
Quero que a lua de mel
Seja em noites de luar
Entre flores num vergel.
.
Gosto de todas as flores
Mas das rosas nem falar ...
Rosas falam-me de amores
E de idílios ao luar.
.
Vinde avesinhas do céu
Vossos trinados soltar:
Ninguém tão triste como eu
No mundo vive a cantar.
.
Adeus, adeus, vou-me embora
Ninguém tem pena de mim ...
Mas tu sim, ó lua chora
Chora meu pranto sem fim.
.
Dorme, dorme meu filhinho,
Enquanto eu velo a cantar;
Dorme, dorme, meu anjinho,
Ao som do meu suspirar.
.
.
Irmão da minha mãe, que não conheci senão das lembranças dela, que morreu tuberculoso aos 21 anos (1915-1936)
.
Ilustração - Pedro Souza

3 comentários:

Estrela Cadente disse...

Gostei para o convivio das quadras.
Se... eu encontrar uma foto que goste para o "Outono" para que endereço envio?
Para aquele que está no perfil do "Ao Sabor do Olhar?
Um abraço

Estrela Cadente disse...

Victor então querias que eu isolasse o meu avião da corda banba?"
Eu que gosto tanto de o ver lá em cima, nunca faria isso.
Realmente eu estou a fazer as minhas fotos em baixa resolução, porque até aqui tenho utilizado só para o blog.
Parece-me que já disse que comecei a fotografar há pouco tempo e foi mais porque, além de adorar fotografia, não gosto de andar a utilizar o que é dos outros, porque respeito muito os seus gostos e a sua arte.
Se quiseres ver algumas, sem qualquer tratamento de imagem e muito bonitas, vai ao Olhares e pede Fátima Serrão Gomes. Eu nunca chegarei aos calcanhares dela mas ela diz-me muito.
Podes ver também Helene Abreu.
A Fátima tem milhares de fotografias com temas espectaculares.
Os meus temas não podem ser muito variados por vários motivos. Faço o que posso. mas quero fazer mais se conseguir.
Um abraço

De Amor e de Terra disse...

Gostei!
A última quadra fez-me lembrar António Nobre.


Maria Mamede