Viva a Vida !

Este blog destina-se aos meus amigos e conhecidos assim como aos visitantes que nele queiram colaborar..... «Olá, Diga Bom Dia com Alegria, Boa Tarde, sem Alarde, Boa Noite, sem Açoite ! E Viva a Vida, com Humor / Amor, Alegria e Fantasia» ! Ah ! E não esquecer alguns trocos para os gastos (Victor Nogueira) ..... «Nada do que é humano me é estranho» (Terêncio)....«Aprender, Aprender Sempre !» (Lenine)

sexta-feira, 20 de junho de 2008

Ad Majorem Dei Gloriam, In hoc signo vinces


* Victor Nogueira
.

Dulcíssimo irmão em Cristo, à direita de Deus Pai Todo Poderoso sentado.

Humilde Frei Diácono, era nexessário tanta violência e lapidação contra este humilde, devoto e pobre servo do Senhor, por Este e pela Sua infinda e misericordiosa Justiça para sempre condenado ao fogo do Inferno?

Meu irmão em Cristo, mal tenho lido Gil Vicente e não conheço bem o que ele escreveu. Perdi-me no jardim das delícias da Crónica de Fernão Lopes, de Cancioneiros como os de Garcia de Resende ou pela Relíquia da Campanha Alegre de Eça e de Fradique Mendes,

Alá fique contigo e tu com cem mil virgens em teu redor, se ainda tiveres pedalada para uma que seja, que perante ti dispa os sete véus e faça a dança do ventre.

Com um grande abraço, fica na paz do Senhor mas, face a algumas heresias abaixo por ti escritas com uso livre da Razão que JHVH te deu, terás de pagar algumas indulgências e deixo-te como penitência um rosário completo, com todas as palavras bem articuladas,

PN AM

Victor Manuel, dos Barroso Nogueira,

um dos quais, António de Sousa Barroso, foi missionário em S. Salvador do Congo (Angola), Bispo de Himéria (Moçambique), Bispo de Meliapor (Índia) e Bispo do Porto, tendo sido exilado por duas vezes durante a I República

.

Lembraste daquele nosso colega (seria o de Castela ?) que salvo erro numa daquelas monumentais bebedeiras no 1º de Dezembro [em évoraburgomedieval] que nunca apanhei e creio que também tu não, amparado já não me lembro por quem, esbracejava e chorava baba e ranho pk não queria voltar para o Seminário? Claro que no estado em que estava, não via a diferença entre a escola dos futuros padres e os cursos intensivos de fim de semana e oito horas seguidas que tínhamos de gramar no 4º e 5º anos [de Economia e de Sociologia].

De: António
Enviada: sexta-feira, 20 de Junho de 2008 16:21
Para: Victor Nogueira
Assunto: Re: Interrogativamente

Ó meu grandessíssimo 'sacana' (não encontro, no léxico vicentino, termo mais apropriado!!!),

Então agora eu é que não escrevo?

Houve um tempo em que só eu é que puxava pelo verbo e gastava o meu latim, enquanto tu te entretinhas já a sonhar com a meia dúzia de blogs que entretanto deste à luz (estou a traduzir do termo vicentino apropriado!).

Agora que eu também me entretenho, de quando em vez, com um blog de trazer por casa (nada da megalomania de que te alimentas), a que tento corresponder muito espaçadamente e quase por obrigação (fui empurrado...), refilas da parcimónia.

Não há pachorra, mesmo!

Reconheço que tenho, em atraso algum correio. Algum também teu e a que me propunha dar seguimento em breve. Apenas hoje tive oportunidade de limpar uma série longa já com vários dias (...) O tempo que levo só a abrir mensagens esgota-me e por isso, como já te tinha dito antes, a minha 'actividade' bloguista reduziu-se drasticamente.

E também te havia dito já que, em matéria de recurso às memórias do passado (mais precisamente, à história de 'Évora'), pouco há a esperar de mim. Pouco posso acrescentar à tua, que ainda por cima, beneficia de 'registos feitos na hora', como, aliás, agora está na moda.

Portanto, para além de umas larachas ou dos comentários políticos do dia, a minha contribuição não acrescenta nada à tua documentação.

Ainda assim, vou procurar ser mais solícito nas respostas. Pelo menos para evitar o arremesso de 'pedregulhos' do tamanho dos que me mandaste hoje. Até fiquei atordoado!!!

Como vês, laracha não me falta. Talvez precise mesmo de ser provocado. Mas é verdade que o meu tempo, este ano, tem constituído um bem escasso (ainda mais do que é normal).

Um abraço e até à próxima provocação,

António

----- Original Message -----

From Victor Nogueira

To: António

Sent: Friday, June 20, 2008 3:15 PM

Subject: Interrogativamente

Pk é que tu e o Carlos (...) de quem sou amigo desde 1968, nunca me escrevem pessoalmente ou tomam a iniciativa de me telefonarem?

Isto para não falar da Emília, minha amiga e colega desde Economia no Quelhas, desde 1966. Mas desta a história é outra.

Abraço

Victor Manuel

_____________________________________________
De: António
Enviada: sexta-feira, 20 de Junho de 2008 14:00
Para: Victor Nogueira
Assunto: Lidas: 10 de Junho - O Dia da RAÇA e o que mais se lerá

Este é um recibo relativo ao correio enviado para

"'Clube *****'" > às 10-06-2008 19:45

Este recibo certifica que a mensagem foi apresentada no computador do destinatário às 20-06-2008 14:00

.

.

2 comentários:

dina disse...

:) isto está a parecer-me que são trocas de galhardetes pessoais :)
mas só para deixar referido,eu sou das que inventam as orações :) ou melhor acho que serão mais conversas do que orações

Paulo Sempre disse...

«Talvez precise mesmo de ser provocado.»
De mãos postas....
Abraço